FOLHA DE S. PAULO: Racismo salarial

1.13.2020

Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

 

A diferença salarial de 45% entre brancos e negros no Brasil captada pelo IBGE em 2019 não pode ser integralmente explicada sem que se recorra a um fator: racismo.

 

Quando isoladas variáveis como grau de instrução e experiência, a disparidade na remuneração entre brancos e negros não justificada por outros fatores continua significativa, de 31%, segundo estudo do Instituto Locomotiva publicado nesta Folha.

 

Clique aqui para ler o editorial completo da Folha de S. Paulo

Please reload

Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

© 2016 Locomotiva

  • Facebook Social Icon
  • Instagram ícone social
  • LinkedIn Social Icon
  • Twitter ícone social
  • slideshare
  • YouTube ícone social