CALL TO CALL: Cobrança indevida leva inadimplentes a desligarem o telefone, 73% deles dizem não atender ligações

© 2016 Locomotiva

CALL TO CALL: Cobrança indevida leva inadimplentes a desligarem o telefone, 73% deles dizem não atender ligações

3.18.2020

 

Após atingir a marca dos 63 milhões de inadimplentes de acordo com o Serasa, o Brasil ainda caminha em fase de retrocesso. Segundo a comparação realizada pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas, o número de consumidores inadimplentes cresceu 2% em agosto em relação ao mesmo período do ano anterior. Na avaliação do SPC Brasil, embora o número de consumidores com o nome sujo continue subindo no cálculo interanual, o ritmo no geral ainda é de desaceleração, fato que enfatiza a gestão da cobrança. As empresas credoras têm o livre arbítrio de atuar por diferentes meios legais para cobrar este consumidor, no entanto, na maioria dos casos, este contato é feito por telefone e diversas vezes ao dia.


Com objetivo de compreender as expectativas e demandas deste setor o Instituto Locomotiva, em parceria com o serviço de cobrança digital Negocia Fácil realizou o “Raio-X do brasileiro em situação de inadimplência”.

 

O levantamento entrevistou 934 devedores e descobriu que 73% deles deixaram de atender telefonemas de números desconhecidos, a fim de evitar essa cobrança constante. “O devedor se sente constrangido com este tipo de ligação. Nem sempre o inadimplente quer que as pessoas ao seu redor o ouçam negociando uma dívida, essa abordagem do telemarketing acontece a qualquer hora, podendo incomodá-lo até mesmo no trabalho”, relata José Moniz, Head de Negócios Digitais do Negocia Fácil.

 

Clique aqui e leia a matéria na íntegra.

Please reload

Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

  • Facebook Social Icon
  • Instagram ícone social
  • LinkedIn Social Icon
  • Twitter ícone social
  • slideshare
  • YouTube ícone social