VALOR ECONÔMICO: Um terço da classe A e B pediu auxílio emergencial

VALOR ECONÔMICO: Um terço da classe A e B pediu auxílio emergencial

6.3.2020

 Um terço das famílias das classes A e B solicitou o auxílio emergencial de R$ 600 do governo federal nos últimos meses - e 69% foram aprovadas para receber o benefício. Isso significa que 3,89 milhões de famílias mais ricas têm algum integrante recebendo a ajuda criada para apoiar trabalhadores pobres na pandemia.

 

A conclusão é de uma pesquisa realizada pelo Instituto Locomotiva e obtida pelo Valor, que ouviu 2.006 pessoas de 72 cidades de todo o país, no período de 20 a 25 de maio, uma amostra considerada representativa da população nacional. A margem de erro da pesquisa é de 2 pontos percentuais, para mais ou para menos.

 

 

Nas favelas, mais da metade utiliza o benefício para ajudar parentes e amigos

 

Mais da metade dos moradores de favelas brasileiras que conseguiram receber o auxílio emergencial de R$ 600 do governo federal usou o recurso para ajudar financeiramente familiares e amigos, mostra pesquisa do Instituto Data Favela, parceria do Instituto Locomotiva com a Central Única das Favelas (Cufa).

 

De acordo com a pesquisa, realizada de 19 a 22 de maio e que ouviu 3.561 pessoas em 72 cidades, 56% dos moradores das favelas que receberam a primeira parcela do auxílio destinar parte do dinheiro para familiares e amigos. O destino principal do recurso foi a compra de alimentos (95% dos beneficiados).

 

Clique aqui para acessar as matérias publicadas pelo jornal.

 

Clique aqui e aqui para ler as matérias completas no site.

Please reload

Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

© 2016 Locomotiva

  • Facebook Social Icon
  • Instagram ícone social
  • LinkedIn Social Icon
  • Twitter ícone social
  • slideshare
  • YouTube ícone social