HUFFPOST: Brasileiros acreditam que mulheres não denunciam estupro sobretudo por vergonha



Vergonha e medo – de que os outros saibam e de serem desacreditadas – são os principais motivos apontados por brasileiros para que as mulheres não procurem a polícia em caso de estupro. Os dados são parte da pesquisa Percepções sobre estupro e aborto previsto por lei, feita pelo Instituto Patrícia Galvão e pelo Instituto Locomotiva, à qual o HuffPost Brasil teve acesso com exclusividade.


De acordo com o levantamento, a maioria acredita que as vítimas não costumam denunciar os casos (53%). Entre esse grupo, também a maioria (66%) aponta o constrangimento como razão para manter silêncio perante as autoridades. A mesma parcela (66%) também considera a “vergonha” um importante fator que limita as denúncias. 


Entre as mulheres que participaram da pesquisa, 9% respondeu que não contariam sobre a agressão a ninguém. Nesse grupo, 66% disse que o motivo era “vergonha ou constrangimento”, seguidos por “medo de ser exposta publicamente” (41%) e “por não achar que acreditariam em mim”(38%).


Outras justificativas apresentadas foram medo de represálias por familiares ou amigos (32%), por colegas ou professores (24%), abalo emocional (27%), temor de retaliações por parte do agressor (20%) e sensação de culpa (14%).


A pesquisa foi feita com 2 mil pessoas com mais de 16 anos de modo online entre 1º a 14 de setembro. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais.


Clique aqui para ler a matéria completa.

Recentes
Arquivo

© 2016 Locomotiva

  • Facebook Social Icon
  • Instagram ícone social
  • LinkedIn Social Icon
  • Twitter ícone social
  • slideshare
  • YouTube ícone social