PAPO DE MÃE: Grávidas estão fazendo menos consultas de pré-natal na pandemia


O Instituto Locomotiva, em parceria com o instituto Patrícia Galvão, realizou uma pesquisa com mulheres grávidas e puérperas durante a pandemia.

Em entrevista ao Papo de Mãe, Maíra Saruê, diretora do Instituto Locomotiva e coordenadora da pesquisa, destacou os principais dados apontados pelas mulheres. Durante a pandemia, as grávidas diminuíram o número de consultas de pré-natal por medo de contaminação por coronavírus.

São muitas as dúvidas também, e que ainda permanecem, já que a pandemia ainda não passou. Quais os riscos de uma grávida contrair covid-19? Como fica a hora do parto? A mulher pode amamentar?

A pesquisa mostra que uma em cada 3 gestantes diminuiu a ida a consultas e a realização de exames presenciais. O mesmo número disse não ter recebido orientação alguma nas consultas de pré-natal sobre como evitar a contaminação pelo coronavírus. Quase 60% tiveram redução de rendimentos e 28% das grávidas tiveram que continuar a sair para trabalhar.

Uma em cada 3 não sabe onde vai deixar o bebê após a licença-maternidade. Para 84%, a experiência da gravidez ficou mais difícil por causa da pandemia. Dificuldade para realizar exames, muito tempo confinada, maior ansiedade, medo de contágio e desinformação são alguns dos novos dilemas vividos por grávidas ou puérperas em meio à pandemia do novo coronavírus.

A emergência sanitária, na esteira de uma crise econômica de longa duração, impactou negativamente as vidas de 67% das participantes da pesquisa.

Clique aqui para ler a matéria completa.

Clique aqui para ouvir o podcast.

Recentes
Arquivo

© 2016 Locomotiva

  • Facebook Social Icon
  • Instagram ícone social
  • LinkedIn Social Icon
  • Twitter ícone social
  • slideshare
  • YouTube ícone social