VALOR INVESTE: Pandemia leva brasileiro a pensar mais nas finanças



A pandemia fez a maioria da população brasileira perceber sua renda como insuficiente para cobrir seu custo de vida, gerou atrasos em contas e postergou planos e realizações. Mas também inspirou o brasileiro a pensar mais no futuro, buscar educação financeira e programar sua aposentadoria. Essas são as principais conclusões do estudo “O Bolso do Brasileiro”, realizado pelo Instituto Locomotiva e pela Xpeed, braço de educação financeira da XP.


“A pesquisa mostra que 63% consideram ter conhecimentos apenas básicos de educação financeira. Isso já é muito, mas o retrato é ainda pior, pois a maioria dos que descreviam ter conhecimento avançado mal davam conta de cálculos de juros simples. Temos uma demanda imensa por educação”, afirma Izabella Mattar, CEO da Xpeed.


Renato Meirelles, do Instituto Locomotiva, realça a proposta de medir os impactos de uma crise ocorrida em um contexto diferente dos que marcaram as últimas recessões. “A principal conclusão é que a educação financeira ganhou uma importância maior do que a que já existia, ainda mais na iminência do fim do pagamento, pelo governo, do auxílio emergencial".


Para a pesquisa, foram ouvidas 1.501 pessoas com mais de 18 anos em todo o país, pela internet, entre 16 e 23 de outubro. Ela vai ser apresentada hoje, em meio à participação da Xpeed na 7ª Semana Nacional de Educação Financeira. O evento é promovido pelas entidades-membros do Fórum Brasileiro de Educação Financeira, incluindo o Banco Central e a CVM.


Clique aqui para ler a matéria completa.

Recentes
Arquivo

© 2016 Locomotiva

  • Facebook Social Icon
  • Instagram ícone social
  • LinkedIn Social Icon
  • Twitter ícone social
  • slideshare
  • YouTube ícone social